Comércio Online

Qual a página mais importante de uma loja virtual

Esta é página mais importante num loja virtual

Há quem diga que numa loja virtual, ou mesmo num site, todas as páginas são igualmente importantes.

Eu não concordo.

Existem duas páginas que são muito mais importantes que as outras, e é por isso que você deve dedicar mais tempo a melhorar o design e os textos destas duas páginas.

As páginas mais importantes são:

  • A Homepage (página inicial)
  • E a página do produto (a página onde aparece cada produto individualmente)

Mas se a homepage é, sem dúvida, uma página importante, a página do produto é muito mais.

E porque é que a página do produto é a mais importante?

Porque é a página onde o cliente toma a decisão de comprar. A partir do momento que o cliente carrega no botão adicionar ao carrinho ou no botão comprar, esse é o momento em que ele, em principio, decidiu comprar. Claro que isto não quer dizer que acabe por comprar, mas esse é outro problema diferente.

A homepage é diferente. Nesta página o visitante básicamente pergunta: Há alguma coisa aqui, neste site, que me interesse?

Se a resposta for não, ele abandona o site. Se a resposta for sim, ele vai começar a explorar o site.

Mas a página do produto, para além de tudo isto, é a página onde o cliente toma verdadeiramente contacto com o seu produto.

Lembre-se que nem todos os clientes entram no seu site através da página inicial. Conheço lojas onde a maior parte dos clientes entra pela homepage, mas conheço muitas lojas onde isso não acontece.

Há muitos visitantes que vão entrar diretamente por uma página de um produto. E por isso a sua página de produto também deve responder ao “Há alguma coisa aqui que me interessa?”.

Ou seja, tem que ser uma mini homepage (porque não vai ter a informação toda da homepage) e ao mesmo tempo ser uma página de contacto com o seu produto.

Que informação deve ter uma página de produto

Se o seu produto interessar minimamente ao visitante, então ele vai elaborar uma série de perguntas mentais, como por exemplo:

  • Qual o preço do produto?
  • O produto existe em mais variantes (cor, tamanhos, etc)?
  • Como é a utilização deste produto ( numa loja de roupa seria como é que ficarei com esta roupa vestida)?
  • Para que serve este produto?
  • Como posso pagar este produto?
  • Qual a composição e caraterísticas técnicas deste produto?
  • Existem outros produtos semelhantes?
  • Posso trocar ou devolver o produto?
  • Este produto é popular? Será que muitas pessoas já compraram este produto?
  • E por último a mais importante. Porque é que deverei comprar este produto?

E por isso você vai ter que fazer uma lista das perguntas que pensa que os visitantes vão fazer, e responder a essas perguntas na página.

Você pode responder diretamente (por palavras ou imagens na página do produto), ou então ter um link bem visível, onde o cliente possa encontrar esta resposta.

E quais as caraterísticas desses links:

  • O ideal é que esses links abram uma janela pop-up, que dê essa informação ao cliente sem ele ter que sair da página do produto (como por exemplo a escala de tamanhos),
  • ou em alternativa que esses links estejam num menu. e que tenham um título que seja fácil de encontrar. Por exemplo, os meios de pagamento devem estar num link cujo título seja “meios de pagamentos aceites”. Se a informação estiver num link com o título “condições de venda”, nem todas as pessoas irão perceber.

O seu objetivo, quando o cliente está na página do produto, é em primeiro lugar que o cliente adicione o produto ao carrinho, e em segundo lugar, caso o cliente não esteja interessado, que visite outro produto, até encontrar um produto que queira comprar.

Por isso facilite a vida ao visitante para que ele encontre a informação que procura, mas sem nunca se desviar do objetivo principal que é o adicionar os produtos ao carrinho.

O que pode aprender, neste caso, com as lojas físicas.

Eu gosto sempre de fazer uma comparação com as lojas físicas, porque penso que é mais fácil de compreender, e porque o cliente, inconscientemente, compara sempre com as compras em lojas físicas.

A página do produto numa loja virtual equivale, numa loja física, a dois momentos:

  • O momento em que o cliente pega no produto, sente o produto, analisa o produto, lê o que está escrito nas etiquetas ou na embalagem e,
  • o momento em que o cliente experimenta o produto. Por exemplo, no caso de uma loja de roupa é o momento em que experimenta a roupa no provador.

Para além destes dois momentos, ainda pode e deve ser outro momento, que é o momento em que o vendedor intervém e tenta convencer o cliente a comprar. Quando falarmos da descrição do produto, eu vou explicar como é que isto funciona.

Visite a maior loja virtual do mundo e aprenda

Se quiser perceber melhor a importância de uma página de produto, faça uma visita ao site da Amazon e veja uma página de um produto qualquer.

A Amazon não é conhecida por ter um design muito avançado, mas no entanto, é a maior loja virtual do mundo e a mais eficiente.

O design de um site é importante, mas em primeiro lugar está a funcionalidade do site.

Como já se deve ter apercebido este tema é muito vasto. No nosso curso Loja Virtual Otimizada, existem várias lições dedicadas às paginas de produto. Mas como gosto de dar informação concreta que leve ao aumento de vendas (o nosso lema é aumente as vendas da sua loja, de forma simples, e em menos de 30 dias), vou referir algumas sugestões (no curso existem muitas mais) para três temas: Título do produto, Descrição do produto, e Fotografias.

Vou deixar esses três pontos para os três próximos posts, porque é necessário tempo para explicar bem.

Este post foi um pouco mais teórico, porque é preciso enquadrar o tema e perceber bem os conceitos, os próximos serão mais práticos, com dicas que pode utilizar diretamente para melhorar o seu site.

Produto recomendado:

 

Receba GRÁTIS todos os novos posts, no seu email, e ainda o Livro "Os Grandes Segredos das Lojas de Sucesso".