Comércio em Geral, Comércio Online

Pequenas coisas que fazem uma enorme diferença

Há uns anos atrás, eu tinha uma loja que estava muito bem situada. Durante o dia, passavam milhares de pessoas em frente à loja. E muitas delas paravam na vitrine e entravam para comprar.

Era esse movimento constante de pessoas que fazia a loja ter grandes vendas.

Mas um dia, um pedinte decidiu fazer do exterior da loja a sua fonte de receita. Era certamente um pedinte com jeito para o marketing, pois estudou os locais e decidiu que era ali que havia “clientes”.

O problema era que o pedinte incomodava os clientes que paravam para ver a vitrine. E quando os clientes eram abordados pelo pedinte, seguiam em frente, sem olhar para a vitrine, e obviamente sem entrar na loja.

Talvez você esteja pensar: mas qual o mal de ter um pedinte em frente à loja? Ele também precisa de dinheiro para viver.

Claro que sim. E o pedinte certamente que tinha um grande problema. Se não, não estaria a pedir. Ele estava a tentar sobreviver.

Mas só que este não era um problema pequeno. Quando o pedinte estava em frente à loja, as vendas diminuíam entre 30% a 40%. Não estamos a falar de pouco dinheiro. Estamos a falar de: entre ter lucro ou perder dinheiro.

Para quem está fora dos negócios, pode parecer à primeira vista que só grandes fatores afetam as vendas de uma loja: promoções, alterações de preços, publicidade, situação económica do país, etc. E na maior parte das vezes, isso é verdade.

Mas depois há estes casos em que pequenos detalhes que podem parecer pouco importantes, e que são a diferença entre ter lucro ou prejuízo.

Quando eu perguntei aos empregados daquela loja porque é que as vendas tinham diminuído tanto, e eles disseram que era por causa do pedinte, eu não acreditei. Pensei que era uma desculpa. Mas depois de ter assistido ao que se passava, fiquei convencido.

Ao fim de algum tempo o pedinte deixou de aparecer, e as vendas voltaram ao normal.

Mas felizmente que nem todos os pequenos detalhes são negativos. Há muitos que são positivos.

Numa das minhas lojas, que tinha uma porta muito estreita (menos de um metro), eu decidi “sacrificar” uma parte da vitrine e alargar a porta para 2 metros de largura.

Pode-se pensar que a largura da porta não tem um grande impacto nas vendas. Mas a verdade é que tem, e muito. As vendas aumentaram imenso desde que alarguei a porta.

E isto também é verdade para as lojas virtuais.

Se você já visitou alguma página dos cursos e manuais deste site, já deve ter reparado que eu ofereço uma garantia de 30 dias após a compra. Ou seja, o cliente tem 30 dias para ver os cursos e manuais, e se achar que esses cursos e produtos não são para ele, pode pedir o reembolso da totalidade da compra, e sem precisar de dar satisfação.

E é isso que está escrito em todas as páginas de venda de qualquer curso e manual. Mas eu decidi ir mais longe.

Como vi que muitos sites costumavam pôr a imagem de um selo com a garantia, decidi também experimentar. Não achei que isso fizesse grande diferença, mas mesmo assim decidi experimentar. E para surpresa, as vendas aumentaram de forma imediata em quase 20%.

Ora 20% de aumento de vendas representa muito dinheiro ao fim de um ano. E tudo por acrescentar uma imagem de um selo de garantia, que não tem custo nenhum, e demorou alguns minutos a criar.

Este é o selo que fez aumentar as vendas em quase 20%

 

Por vezes, temos tendência a não mexer em pequenos detalhes porque não achamos que vão ter uma grande diferença. Mas a verdade, é que às vezes as diferenças são enormes.

E são estes detalhes que eu fui aprendendo ao longo dos tempos que eu gosto de explicar. Porque não é só de grandes ideias que se faz uma grande loja.

Há algum pequeno detalhe que já está a pensar alterar há muito tempo na sua loja?

Talvez esteja na hora de experimentar alterar hoje mesmo. Quem sabe se isso não será uma agradável surpresa.