Lojas de Roupa

Ideias para vitrines e montras de lojas

A diferença entre ter uma loja com clientes a entrar a toda a hora e uma loja vazia, está na sua montra (vitrine). Esta é uma verdade que todos os lojistas de roupa conhecem.

É por isso que eu quando era lojista, dedicava uma grande parte do meu tempo a preparar um calendário anual das montras. E lembro-me de muitos casos em que com uma simples mudança de montra, as vendas subiram para 3 ou 4 vezes mais.

A marca Anthroplogie tem das melhores montras do mundo, normalmente feitas com materiais reciclados, ou feitos à mão.
A marca Anthroplogie tem das melhores montras do mundo, normalmente feitas com materiais reciclados, ou feitos à mão.

Elaborar um calendário anual

Deve ser feito uma calendário anual para ajudar a elaborar as montras. Este deve ter explicado todas as montras para o ano, bem como as datas, temas, custos.

No livro “Montras e vitrines para lojas de roupa feminina” você encontrará folhas para preencher com todos os dados que precisa.

Esses calendário deve estar afixado em local onde possa ser visto.

Este é um exemplo da planificação de calendário de montras:

  • 2 de Janeiro – Primeiros Saldos
  • 15 de Janeiro – Segundos Saldos
  • 6 de Fevereiro – Dia dos Namorados (em Portugal, comemora-se no dia 13 de Fevereiro)
  • 14 de Fevereiro – Primeira montra de Primavera
  • 12 de Março – Dia do Pai (em Portugal, comemora-se no dia 19 de Março)
  • 20 de Março – Segunda Montra de Primavera
  • 26 de Abril – Dia da Mãe (em Portugal, no primeiro domingo do mês de Maio)
  • 3 de Maio – Primeira montra de Verão
  • 5 de Junho – Segunda montra de Verão
  • 1 de Julho – Reduções de Verão
  • 1 de Agosto – Primeiros Saldos
  • 1 de Setembro – Segundos Saldos
  • 15 de Setembro – Outono
  • 1 de Outubro – Inverno
  • 1 de Dezembro – Natal
  • 26 de Dezembro – Reduções de Inverno.

Depois, para cada uma destas montras deve ser definido o tema e o orçamento. As datas servem para preparar todos os materiais necessários, para que estejam prontos quando forem necessários. No entanto estas datas podem mudar, pois dependem da quantidade de mercadoria que temos para vender (nos saldos), da evolução das vendas, e das condições climatéricas (montras de estação).

Por exemplo, a montra de Outono pode ter como tema “um outono em Central Park-Nova Iorque, com as folhas a cair das árvores” e um orçamento de 150 euros. A partir daqui, você ou os seus vitrinistas, elaboram uma ideia e uma maquete (desenho) da montra. Uma boa fonte de inspiração é o Pinterest. Depois procuram os materiais necessários para execução da montra. A procura dos materiais deve começar por ser feita nas suas instalações (materiais de anos anteriores que possam ser reciclados) e deve ser feita com pelo menos um mês de antecedência da data prevista de início da montra.

As decorações das montras devem mudar pelo menos 5 vezes por ano – eu aconselho entre 8 a 15. No entanto os artigos que vão para a montra devem ser mudados com mais frequência – semanalmente, quinzenalmente, ou mensalmente.

Tipos de Montra (vitrines)

Minimalistas

Esta é a decoração mais simples. É a que tem sido mais utilizada nos últimos tempos. Normalmente não têm um tema muito específico, ou seja, é uma “montra de Verão”, mas não uma “montra de Verão, que quer captar o espírito de uma viagem às praias das ilhas gregas”.

Utilizam-se apontamentos de decoração, mas o destaque vai para a roupa exposta, que está quase sempre vestida em manequins.

Para quem é mais útil este tipo de montras:

  • Lojas genéricas, que vendem para vários tipos de clientes (homens, mulheres, jovens, adultos, de diferentes classes económicas).
  • Lojas de roupa de design caro. Aqui o objetivo é mostrar poucas peças de roupa, e em que essas roupas sejam o centro de tudo, de forma a dar a sensação de peças únicas e especiais.
  • Lojas de artigos muito baratos, onde o preço é o principal argumento de venda, e a ideia é que pareça que se poupou em tudo, para que o preço seja mínimo. No entanto, mesmo neste tipo de lojas, as montras já são cada vez menos minimalistas.

Aqui estão alguns exemplo de vitrines minimalistas:

Temáticas

As montras temáticas estão outra vez a voltar à moda. As marcas estão a perceber que as montras ajudam a vender, mais do que produtos, um conceito, uma ideia. Nas montras temáticas, pretende-se transportar o cliente para um cenário, em que ele possa sentir que faz parte desse ambiente. Por exemplo você pode querer transportar o cliente para um cenário de aventura, com bicicletas de montanha e paisagens do campo.

Estas montras utilizam muitos elementos decorativos (decores) e gráficos (posteres). São montras mais caras. Recomendo a utilização de montras temáticas na maioria dos casos, mas ainda mais nestes dois casos:

  • Lojas que têm um cliente muito bem definido. Exemplo: raparigas adolescentes que gostam de dança hip hop.
  • Marcas que ainda se estão a implantar no mercado. As marcas quando ainda não são conhecidas, devem fazer montras com temas que digam alguma coisa aos clientes que pretende atingir.

Alguns exemplo de montras temáticas: