Loja Bijuterias

10 Ideias para aumentar as vendas de uma loja de bijuterias

1 – Pôr os clientes a comprar mais quantidade.

De certeza que já assistiu a uma cliente ter dois pares de brincos na mão. Uns são verdes e são lindos, os outros são azuis e são igualmente lindos. E a cliente não se consegue decidir. A vendedora aproxima-se por trás e diz, se levar os dois pares, fazemos um desconto de 30% num deles. E a cliente acaba por levar os dois pares.

Você precisa de ter um sistema para fazer as clientes levarem mais quantidade se quer aumentar as vendas de uma loja de bijuterias. Pode ser a autorização para a vendedora fazer um desconto a quem comprar mais que uma unidade, ou pode ser um cartaz a indicar isso mesmo.

2 – Formar uma parceria com outra loja

Conhece alguém que tenha uma loja de roupa, e que não venda bijuterias?

Se conhece, peça-lhe para colocar nos manequins da vitrine, alguns dos seus produtos (colares, pulseiras, etc), juntamente com um cartão a dizer:”Os produtos de bijuteria estão à venda na loja…”.

Em troca, ofereça-se para expor algumas roupas na vitrine da sua loja.

Mas pode fazer parcerias com outras lojas, sem ser de roupa. Por exemplo, salões de beleza.

3 – Colocar um post por dia, com um produto

Quantos produtos diferentes tem a sua loja?

No mínimo terá umas dezenas de produtos, mas o mais provável é que sejam centenas deles. Isso significa que se você colocar uma foto no Instagram ou Facebook, por dia, com um produto, nunca vai precisar de repetir uma foto. E mesmo que tenha que repetir, ninguém vai reparar nisso.

Colocar posts nas redes sociais é aborrecido, eu sei, mas colocar um post com apenas uma foto, o nome do produto, e uma indicação de como a cliente pode comprar, é super simples e rápido.

É impossível que em 365 produtos, não haja pelo menos um que agrade. E mesmo que não comprem, provavelmente irão partilhar as fotos, ou fazer um like.

4 – Mostrar a existência da loja

Lá porque nós conhecemos a loja como a palma das nossas mãos, isso não significa que as pessoas que passam ali mesmo ao lado, conheçam a loja.

Você não imagina a quantidade de pessoas que passam todos os dias em frente a uma loja, e nunca repararam na existência dessa loja. Aposto que se você pusesse um cartaz a dizer que oferecia um anel grátis a qualquer pessoa, mesmo assim, haveria muitas pessoas que não iriam aparecer.

Nunca uma cliente lhe disse: “Esta loja é nova? Nunca reparei nela.”

As pessoas andam distraídas. Por isso, você precisa de um plano para dizer: “Olá, estamos aqui. E temos coisas muito giras cá dentro.”

Pode ser uma fachada mais apelativa, ou um cavalete no fim da rua, ou outra forma qualquer. O que é importante é que você não parta do princípio que todos as pessoas conhecem a loja.

5 – Um carro publicidade

Você tem carro? Se tem carro, pode usar esse carro para fazer publicidade à sua loja, mesmo que seja uma loja virtual.

Existem uns letreiros feitos num material flexível e magnético que podemos “colar” ao carro e “descolar” quando queremos. Ou seja, já não há desculpa para não pormos publicidade no nosso carro.

Quando estamos em trabalho, colocamos o letreiro. Quando estamos não estamos em trabalho, podemos tirar o letreiro.

A vantagem da publicidade num carro, é que vai ser vista por milhares de pessoas, e em locais diferentes. E mesmo que você tenha uma loja virtual, deve fazer publicidade num carro, colocando o site da loja.

Mas o letreiro tem que ser original e diferente. Escolha umas cores originais que chamem a atenção. Não queremos ser confundidos com uma empresa imobiliária, ou uma empresa de obras.

6 – Portes baixos ou grátis

Um dos problemas das lojas virtuais que vendem produtos de baixo valor são os portes (frete).

Imagine que uma cliente encontra um colar que gosta, e este só custa 10€. Decide encomendar. De seguida descobre que os portes são 5€.

É muito dinheiro, representa 50% do preço do produto. As lojas que vendem produtos de baixo valor devem ter portes baixos ou mesmo grátis. É preferível você aumentar o preço dos colar para 12.50€ e baixar os portes para 2.50€. Esse já é um valor de portes que não “assusta” os clientes.

Ou em alternativa, ofereça portes grátis a partir de determinado valor de compras. Isso faz os clientes comprar mais para conseguir portes grátis.

7 – Cross selling

Cross selling (venda cruzada em português), é um técnica de venda muito eficaz. Provavelmente na sua loja, existem colares que têm um modelo equivalente em brincos, ou pulseiras ou até anéis. Ou seja são produtos diferentes, mas que foram feitos para poderem ser usados em conjunto.

O problema de muitas lojas é que ao separarem a exposição por produtos, torna mais difícil que os clientes se apercebam destes conjuntos de produtos. Muitas vezes, os colares estão todos num expositor, as pulseiras noutro, e assim sucessivamente. Esta é uma boa exposição para as clientes que procuram por um produto, mas não ajuda nas vendas dos outros produtos que combinam.

Por isso, devemos ter alguns destes produtos que combinam, expostos em conjunto, para as clientes verem e serem tentadas a comprar o conjunto.

8 – Packs

E podemos fazer ainda melhor. Podemos ter os conjuntos de produtos que combinam entre si, a serem vendidos num pack, ou seja em conjunto e não em separado. E com um preço mais baixo do que se a cliente comprasse em separado.

Os packs de produtos são uma técnica de venda muito eficaz, porque são extremamente apelativos para os clientes.

9 – Publicidade

Pode existir a ideia de que a publicidade paga é muito cara, e só está acessível às grandes cadeias de lojas.

Nada mais longe da verdade.

A publicidade nunca esteve tão barata com agora. Por algumas dezenas de euros, podemos lançar uma campanha de publicidade no Google, Facebook, Instagram, Twitter, e outras redes sociais.

E a vantagem é que podemos fazer experiências com vários anúncios diferentes até conseguir ter anúncios que levam a muito mais vendas do que o custo dos anúncios.

Imagine que gasta 50 euros com um anúncio. E esse anúncio leva a um aumento de vendas, com uma margem de 100€. Você pode utilizar estes 100€ que ganhou, e fazer mais publicidade, e vai ganhar mais 200€. Está a multiplicar por dois, o seu investimento.

10 – Bloggers de moda

As fashionistas estão na moda.

Fashionistas são bloggers de moda que dão conselhos e dicas para as pessoas se vestirem e cuidarem da imagem pessoal. E também fazem sugestões de produtos de lojas.

Podemos contactar com esses bloggers de moda, e sugerir que eles mostrem os nossos produtos nos blogs, posts e vídeos que eles fazem.

Como existem milhares de bloggers de moda, haverá sempre algum que esteja interessado em falar dos nossos produtos.

Alguns poderão pedir alguma contrapartida financeira (os mais famosos), mas muitos ficarão satisfeitos se lhes oferecermos os produtos.